O Pix é o novo método de pagamento criado pelo Banco Central, que trouxe muito mais praticidade na hora de realizar transações bancárias, permitindo pagamentos e transferências em tempo real, usando apenas uma chave Pix.

Entenda melhor como funciona!

Pix: como funciona?

O Pix é um recurso bastante simples e seguro. O envio ou recebimento de um Pix não dependem de nenhum cadastro, ou novo aplicativo, ele pode ser utilizado diretamente no aplicativo, internet banking ou caixa eletrônico da instituição bancária.

Diferente dos tradicionais TEDs e DOCs, que têm limite de horário para serem feitos, ou só irão debitar no próximo dia útil, com o Pix é possível fazer transferências a qualquer hora, independentemente da instituição financeira, que o valor será debitado em até 10 segundos.

Chave Pix

Em transferências tradicionais, é preciso fornecer dados como agência, conta e CPF ou CNPJ, para efetuá-las, certo? Já com o Pix, basta informar a chave Pix da pessoa ou instituição que deseja enviar dinheiro e pronto!

As chaves Pix são apelidos utilizados para identificar a conta de uma pessoa ou empresa, que pode ser: CPF ou CNPJ, número do celular, e-mail ou chave aleatória (gerada pelo próprio aplicativo). Elas não são obrigatórias, mas trazem mais praticidade e tornam o processo mais rápido.

É possível registrar mais de um e-mail e mais de um número de telefone como chave Pix?

Sim, mas existe um limite de chaves: pessoa física vai poder registrar até cinco por conta da qual seja titular e pessoa jurídica, até 20.

Quanto custa?

O Banco Central determinou que Pix feitos por contas de pessoas físicas devem ser gratuitos. Quanto às pessoas jurídicas, o órgão regulador deixou livre para cada instituição definir se e como repassará esse custo aos clientes.

Com isso, diversos bancos declararam que não irão cobrar taxas de seus clientes, referente ao uso do Pix PJ, disponibilizando o uso do recurso gratuitamente.

Por que sua empresa deve ter?

Entre as principais vantagens de uma empresa usar o Pix, estão:

Agilidade no pagamento – Com o método instantâneo, fica muito mais simples e rápido pagar fornecedores, salários de funcionários e tributos.

Mais uma opção para o cliente – O Pix é mais uma forma de recebimento que pode ser utilizada pelas empresas, além do dinheiro físico, boleto, cartão de débito ou crédito e transferência.

Agilidade no recebimento – Em estabelecimentos comerciais, a agilidade no recebimento com o Pix também contribui para a redução de filas, maior capacidade de atendimento e comodidade para os clientes.

Pagamento direto na conta – A pessoa transfere e o valor cai na hora, direto na conta da empresa, sem taxas ou intermediários.  

Segurança – O Pix foi criado pelo Banco Central, em conjunto com as instituições financeiras, e utiliza tecnologias de criptografia, autenticação mútua e assinatura digital para garantir a segurança das transações.

Redução de custos – Com as transações por Pix, a empresa terá uma alta redução de custos, visto que não precisará pagar por taxas de adquirentes, bandeiras e bancos, como é o caso dos cartões. Além disso, também não precisará utilizar TEDs e DOCs e, caso a empresa opte por uma instituição financeira que não cobra taxa pelo uso do Pix, terá uma economia ainda maior.

Vantagem competitiva – O Pix é uma oportunidade de sair na frente da concorrência, com um método rápido e prático de atender o cliente.

Que tal começar a usar esse novo método de pagamento instantâneo hoje mesmo e usufruir de todos esses benefícios?

Gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre assuntos relacionados? Então acompanhe nosso blog!