De acordo com a lei brasileira, toda empresa deve estar regularizada com suas obrigações fiscais: pagar impostos, contas de luz e água, informar os serviços prestados, entre outros. A escrituração fiscal faz parte desta rotina, entenda qual é a importância deste documento perante o fisco. Confira:

 

A escrituração fiscal nada mais é do que as obrigações das empresas com o fisco: apresentando movimentações, faturamento e informações que são de interesse do governo. Nossa principal dica é organizar toda a documentação para apresentar aos órgãos competentes. 

 

Confira alguns dos principais documentos que sua empresa deve ter atenção:

 

  • Entradas e saídas;
  • Serviços prestados;
  • Serviços tomados;
  • Notas fiscais;

 

Para otimizar estes processos e armazenamento muitas empresas utilizam softwares. Em contrapartida, mesmo na era digital, muitas empresas costumam organizar até mesmo papelada, dada a importância destes documentos. Hoje é possível fazer assinaturas digitais como forma de poupar tempo e burocracia, é um método completamente seguro. Essa é uma das facilidades para padronizar informações e apresentar ao fisco.

 

Leia mais: Lucro Real: o principal regime de tributação de 2021

 

Para fazer a escrituração, é necessário acessar o SPED, o Sistema Público de Escrituração Digital. Por ser um processo complicado e um pouco demorado, um contador poderá auxiliar você com toda a papelada, unificando os livros fiscais da empresa.

 

Entre em contato com a gente, temos uma equipe especializada para ajudar você em cada passo da sua jornada!